XV de Piracicaba sente a maratona de jogos, perde do Taubaté e dá adeus à competição paulista

Foto: Caique Toledo

Time Alvinegro caiu diante do Burro da Central por 3 a 1; campanha histórica revela alguns bons talentos

O XV de Piracicaba perdeu nesta quarta-feira, 12, para o Taubaté por 3 a 1 e deu adeus à Copa SP de Futebol Júnior, em Guaratinguetá, no Vale do Paraíba. O time sentiu muito a maratona – jogou na segunda-feira à tarde contra o São José-RS – e
não reeditou as boas partidas da primeira fase. O adversário, que teve um dia a mais de descanso, aproveitou o fôlego em dia e carimbou classificação.

Apesar da queda, a equipe zebrada fez uma boa campanha ao longo do torneio. Em quatro partidas na copinha, o
time venceu três jogos: o Manthiqueira (3 a 1), o Vitória-BA (3 a 1) e o São José-RS (3 a 2). Na fase eliminatória, nesta quarta-feira, não teve o mesmo rendimento e caiu diante do Taubaté no estádio Dario Rodrigues Leite.

Com o bom futebol, o XVzinho fez história ao passar da fase de grupos após 31 anos – a última vez que isso aconteceu foi em
1990 – e revelou bons valores que poderão ser utilizados no time principal na Série A2: casos do zagueiro Vitor Wallacy, do volante Mika, dos meias Iago e Luan, além dos atacantes Felipe Benedetti e Guilherme Gama, entre outros.

Agora, os meninos devem entrar em férias. Só ficarão sem recesso os atletas que possivelmente forem aproveitados pelo técnico Luciano Dias, do time principal. O XV de Novembro estreia na Série A2 no próximo dia 26, em Rio Claro, diante do Velo Clube, a partir das 20h.

Sobre o jogo, a expectativa era de um duelo aberto, pois as duas equipes apresentaram um bom futebol na primeira fase. No entanto, o que se viu nos 30 primeiros minutos foi um duelo truncado e sem inspiração. A partida era igual, mas em um lance
isolado, o Taubaté abriu o placar. Após falta da intermediária, o meia Romero invadiu a área e serviu Thiago Patto, que, na cara do goleiro Michel, bateu cruzado para marcar: 1 a 0. Mesmo em desvantagem, o XV não conseguiu levar perigo e o primeiro tempo terminou com vitória do time do Vale do Paraíba.

Para o segundo tempo, o técnico Denis Augusto colocou o atacante Eric para tentar o abafa em busca do empate, mas os rivais marcaram o segundo gol aos 4 minutos, com Kayke.

Nervoso, o XV não conseguia construir jogadas e também pesou a parte física. Aos 36 minutos, o Alvinegro chegou a diminuir o
placar, com Grigor, em cobrança de pênalti. Nos últimos minutos, o Nhô Quim tentou o empate no desespero e deu espaço para o Burro da Central, que matou o duelo e a classificação contra-ataque, aos 50 minutos, com João Salles.

Erivan Monteiro
[email protected]

LEIA MAIS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

20 − dez =