XV derrota o Comercial e está em mais uma semifinal de Copa Paulista

O XV de Piracicaba venceu o Comercial pelo placar de 1 a 0 na tarde desta quarta-feira (9), pelo jogo de volta das quartas de final da Copa Paulista 2020. Com o gol de Victor Sapo no segundo tempo, o Nhô Quim derrotou o Bafo e eliminou o adversário e está classificado para mais uma semifinal de Copa Paulista, a quarta em cinco anos.

A primeira chegada foi do Comercial, aos 2 minutos, com um belo passe de Mario Cesar para Warlei, que recebeu nas costas da marcação e na hora do chute foi travado por Renan Dutra. Aos 9 minutos, Jonathan bateu falta direta para o gol, mas o goleiro Iago Hass agarrou sem dar rebote. No lance seguinte, Otávio tabelou com Warlei, e chutou forte para o gol, obrigando Vítor Prada a fazer uma boa defesa.

Em contra-ataque puxado por Fidel Rocha, aos 14 minutos, o meia deu um toque por cima do goleiro do Nhô Quim e a bola passou a frente do gol piracicabano. Em batida de escanteio de Guilherme Garré, Douglas Marques cabeceou sem direção, mandando para a linha de fundo. Aos 20 minutos, Fabinho recebeu bola de Gustavo Hebling e arriscou de fora da grande área, mas o goleiro adversário defendeu sem dificuldades.

Aos 29 minutos, após cruzamento de Garré, Douglas Marques cabeceou para o meio da área para Victor Sapo, que chutou de calcanhar, mas errou o gol, mandando a bola para fora. Aos 37 minutos, Darnley recebeu passe no meio de Luã e chutou forte, buscando o ângulo, mas Vítor Prada voou para defender e mandar a bola para escanteio.

Aos 40 minutos, Fabinho puxou contra-ataque e sofreu falta, mas deixou a bola para Victor Sapo, que ajeitou para Jajá, que ficou de frente para o gol, cortou a marcação de Jean Pierre, perdeu ângulo e chutou rasteiro, mas o goleiro Iago defendeu com os pés a melhor chance do Nhô Quim no primeiro tempo. Três minutos depois, Jajá deu belo passe para Sapo, que dominou, ajeitou e chutou muito mal, quase recuando a bola para o goleiro comercialino. Na última chance do primeiro tempo, Garré recebeu de Tito e bateu da grande área, mas a bola saiu sob o gol do adversário.

Na volta para o segundo tempo, Jajá teve a primeira chance desta etapa, mas Iago defendeu novamente o chute do atacante quinzista. Seis minutos depois, Jajá teve nova chance de fora da grande área e desta vez o goleiro Iago defendeu em dois tempos. Na sequência, Biro tocou para Luã, mas Vítor Prada defendeu sem dar rebotes.

Aos 11 minutos, Garré deu belo passe para Fabinho. Na primeira tentativa a bola foi bloqueada pela zaga e na segunda tentou cortar e bateu cruzado, mas a bola saiu pela linha de fundo. Aos 15 minutos, Fabinho ajeitou para Jajá, que teve nova chance de fora da grande área, mas novamente errou o gol. No lance seguinte, Garré deu belo passe para Fabinho, que ficou cara a cara com Iago, mas a finalização não foi boa e o goleiro do Bafo fez uma importantíssima defesa.

Aos 18 minutos, Jajá recebeu da esquerda e tocou para Garré no meio da grande área, que bateu de primeira, mas o goleiro Iago fez outra boa defesa, evitando o primeiro gol do jogo. Na sequência Pedro chutou para o gol do XV, mas Vítor defendeu com segurança. Quatro minutos depois, Victor Sapo recebeu de Garré da entrada da grande área, virou e bateu firme no canto, para finalmente vencer Iago e fazer o primeiro gol do jogo.

Aos 27 minutos, após boa jogada de Hebling com Fraga, o volante tocou para Garré, que bateu colocado no canto, obrigando o goleiro adversário a realizar outra excelente defesa na partida. O Comercial tentou assustar em cobrança de escanteio, mas Jean Pierre não acertou a cabeçada.

No último minuto, Biro escapou da marcação do XV e passou para Danrley, mas o lateral isolou, perdendo a última oportunidade da partida.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

quatro + 6 =