XV e Comercial empatam e definição fica para o jogo no Barão

Após 0 a 0, XV precisa vencer no Estádio Barão da Serra Negra para avançar Foto: Elcio Fabretti

O XV de Piracicaba empatou cm o Comercial em 0 a 0 neste sábado (5), no Estádio palma Travassos, em Ribeirão Preto, pelo primeiro jogo das quartas de final da Copa Paulista 2020. Com o resultado, quem vencer o segundo jogo, que acontece na quarta-feira (9), às 15h, no Estádio Barão da Serra Negra, em Piracicaba, será um dos semifinalistas da competição. Novo empate leva a definição para os pênaltis.

O XV chegou pela primeira vez com Jajá, aos 3 minutos, mas o chute saiu torto e foi para fora. Aos 15 minutos, Garré bateu falta na área, mas com o vento forte na cidade de Ribeirão Preto, a bola ficou nas mãos do goleiro do Comercial. No lance seguinte Fidel Rocha lançou para Otávio, que ficou de frente para Vítor Prada, mas o goleiro do Nhô Quim chegou antes para interceptar o passe. Um minuto depois, Warlei lançou para Wesley Tanque, mas o chute saiu pela linha de fundo.

Aos 26 minutos, Otávio roubou a bola no meio do campo e tocou para Fidel, que ajeitou e bateu, mas a finalização foi fraca e Vítor Prada encaixou sem dificuldades. Aos 30 minutos, Jonathan fez um belo cruzamento para Douglas Marques, que cabeceou firme para o gol, obrigando o goleiro Iago Hass a se esticar e fazer uma boa defesa, mandando a bola para a linha de fundo.

Aos 33 minutos, Jajá roubou a bola no meio, conduziu a bola costurando a defesa e finalizou, mas o chute saiu torto. No lance seguinte o Comercial foi para cima e quando a zaga do XV foi afastar, a bola ricocheteou e sobrou para Otávio, que, na cara do gol, tentou encobrir o goleiro do Nhô Quim, mas Vítor se agigantou e evitou o tento comercialino.

No segundo tempo, o XV assustou logo no começo. Após boa jogada na esquerda de Tito, o centroavante cruzou rasteiro para Fabinho na pequena área, mas a bola resvalou do zagueiro e saiu pela linha de fundo. Na batida, Iago afastou e Jajá pegou o rebote na área, mas a batida foi bloqueada pela zaga novamente. Um minuto depois, Guilherme Garré cruzou pata Tito, mas a finalização foi ruim e sem direção.

Aos 9 minutos, Lucas Shallon puxou contra-ataque para o Bafo e cruzou para a área, no qual Gustavo desviou e a bola bateu na trave. O rebote ficou com Warley, mas Gustavo travou o chute, mandando pela linha de fundo. Aos 16 minutos, Garré bateu falta perigosa, no canto, mas Iago voou na bola para fazer uma bela defesa e deixar o placar inalterado.

A resposta do Comercial veio aos 19 minutos, com Shallon, mas o chute foi alto e saiu por cima do gol. Aos 32 minutos, Jajá recebeu no meio, cortou e bateu forte para o gol, com Iago realizando outra boa defesa na partida. Nos minutos finais, Shallon bateu para o gol, mas o chute foi fraco. No minuto final, Luã fez jogada pela esquerda e cruzou para Cesinha, que bateu rasteiro e a bola saiu pela linha de fundo para decretar a igualdade no marcador.

Mauro Adamoli

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

dezenove − 12 =