XV é derrotado pelo Marília pelo primeiro jogo da semifinal da Copa Paulista

XV é derrotado em Marília e precisa de uma boa vitória para chegar a final Foto: Elcio Fabretti

O XV de Piracicaba foi derrotado pelo Marília, pleo placar de 3 a 1, no primeiro jogo da semifinal da Copa Paulista 2020, disputado no Estádio bento de Abreu, em Marília. Gustavo Nescau, duas vezes, e Geninho marcaram os gols do MAC, enquanto Jonathan fez o tento do Nhô Quim. Com o resultado, o Alvinegro precisa vencer por três gols de diferença no Estádio Barão da Serra Negra, na quarta-feira, 16, às 15h, para se classificar para a final. Vitória do XV por dois gols de diferença leva a definição do finalista para a disputa de pênaltis.

A primeira chance de perigo foi do Marília, aos 4 minutos. Léo Couto fez boa jogada pela esquerda e tentou o cruzamento, mas Vítor Prada afastou. A bola sobrou novamente para Léo Couto, que bateu forte para o gol, obrigando o goleiro do Nhô Quim a fazer uma boa defesa. Na sequência, Jajá recebeu de Guilherme Garré, tentou cortar a marcação para chutar ao gol, mas a finalização foi fraca.

Aos 12 minutos, Garré lançou Victor Sapo, que bateu de primeira, mas Igor Castro defendeu sem dar rebote. Quatro minutos depois, Fabinho aproveitou chutão do meio campo e serviu Garré, que bateu cruzamento, mas a finalização não teve muita força, e o goleiro agarrou a bola sem dificuldades.

Na marca dos 24 minutos, o XV chegou com perigo em jogada que terminou com Fabinho, que chutou da entrada da grande área e bola raspou a trave de Igor Castro. Aos 27 minutos, o atacante Gustavo Nescau (em posição duvidosa) recebeu passe nas costas da zaga, fintou e tirou Vítor Prada da jogada para abrir o placar no Bento de Abreu.

Quatro minutos depois, Jonathan iniciou jogada pela esquerda, serviu Jajá, que devolveu para o lateral, que, de primeira, chutou forte para o gol, vencendo Igor Castro para empatar a partida. A resposta do Marília veio com Luan Gama, que recebeu lançamento e finalizou com força, mas o goleiro do XV espalmou para a linha de fundo. Na batida do escanteio, Vitor não alcançou a bola e o zagueiro Diogo Calixto cabeceou, mas desviou em Jajá, saindo novamente. Calixto, na marca dos 40 minutos, recebeu e arriscou de fora da grande área, mas Vítor Prada se esticou para desviar a bola e evitar o segundo gol dos mandantes.

Logo no primeiro minuto de segundo tempo, Orlando Jr. sofreu falta na entrada da grande área. Na batida, o próprio Orlando bateu para o gol, mas a boa explodiu na barreira do XV. A bola voltou para o atacante, que chutou de primeira, com a bola novamente batendo em um defensor do XV, mas o árbitro marcou pênalti, em razão da bola ter batido no braço do zagueiro do Nhô Quim. Na cobrança, Gustavo Nescau bateu no meio do gol para marcar o segundo do Marília.

Aos 9 minutos, após cruzamento de Denis Leite, Geninho subiu mais que a zaga do XV para cabecear, mas o goleiro do Alvinegro defendeu em dois tempos. Júnior Santos recuperou sobra de uma falta não marcada para o XV e arriscou de fora, mas a bola subiu muito. Na sequência, Orlando Jr. cruzou da direita, mas Vítor mandou pela linha de fundo.

O XV respondeu apenas aos 23 minutos. Jajá pegou sobra de jogada feita por Fabinho e, da entrada da grande área, chutou mirando o ângulo do goleiro adversário, mas a bola desviou no zagueiro e saiu pela linha de fundo. Aos 30 minutos, Garré fez boa jogada e avançou para a entrada da área para empatar o jogo, mas o chute saiu pela linha de fundo.

Aos 37 minutos, após batida de escanteio, Geninho se antecipou a marcação do XV e cabeceou para vencer Vítor Prada e marcar o terceiro gol do MAC. Na sequência, Felipe Benedetti cruzou rasteiro para a área, mas ninguém vestindo a camisa zebrada conseguiu chegar na bola.

Mauro Adamoli

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

dezessete + 14 =