XV enfrenta o São Caetano nas duas próximas quartas-feiras

Primeiro jogo acontece em Piracicaba, no estádio Barão (Foto: Claudinho Coradini/JP)

O último adversário do XV de Piracicaba na briga por uma vaga no Campeonato Paulista Série A1 2021 está definido. O rival será o São Caetano, o mesmo que foi campeão da Copa Paulista do ano passado sobre o Nhô Quim, que terá a oportunidade perfeita de uma revanche a altura e para acabar de vez com a sina do quase acesso na Série A2, já que é a terceira vez seguida que a equipe chega na semifinal.

Por ter pior campanha na somatória da primeira fase e quartas de final, o XV fará o primeiro jogo no Barão da Serra Negra, na próxima quarta-feira (23), às 17h. O jogo da volta será disputado na quarta-feira seguinte (30), às 15h, no Estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul. Assim como nas quartas de final, se os dois times terminaram os 180 minutos empatados, o finalista será definido nos pênaltis.

O XV terminou a primeira fase na sexta posição e eliminou a Portuguesa nas quartas de final, com duas vitórias, por 3 a 2 em casa e 1 a 0 fora. O Azulão foi o segundo colocado ao fim da primeira fase e suou para eliminar o Monte Azul, já que venceu fora por 1 a 0, mas perdeu em casa por 1 a 0 e se classificou após disputa por pênaltis.

A outra semifinal será entre São Bernardo e São Bento, com o primeiro jogo na próxima terça-feira (22), em Sorocaba, e a segunda partida na terça seguinte (29), em São Bernardo do Campo. Ambas as partidas acontecem às 15h. Bentão e Bernô eliminaram nas quartas o Taubaté e Juventus, respectivamente.

CONTRATOS RENOVADOS
Antes mesmo da definição do seu adversário, a diretoria do XV de Piracicaba garantiu a permanência do elenco, que se reapresentou já na tarde da última terça-feira (15). No total, 14 atletas teriam seus vínculos com o clube encerrados nos próximos dias e poderiam ficar fora, justamente, neste momento decisivo do campeonato.

O goleiro Mota; os laterais direito Jefferson Feijão e Robertinho; o lateral-esquerdo Samuel Balbino; os zagueiros Diego Jussani, Douglas Marques e Paulão; os volantes Felipe Manoel e Walfrido; os meio campistas Daniel Costa e Filipe Cirne; e os atacantes Caio Mancha, Erik e Marcelinho renovaram com o Alvinegro por mais, aproximadamente, um mês. Os demais têm contratos mais longos.

Mauro Adamoli