XV faz 2 a 1 no Audax e continua imbatível na Copa Paulista Foto: Elcio Fabretti

O XV de Piracicaba venceu o Osasco Audax pelo placar de 2 a 1 na tarde deste domingo (22), no Estádio Prefeito José Liberatti, em Osasco e continua com 100% de aproveitamento na competição. Com o resultado, o Nhô Quim tem 15 pontos, com cinco vitórias em cinco partidas e luta pela melhor campanha na competição. A única equipe que pode tirar a liderança geral da equipe é a Portuguesa, líder do Grupo 5, que tem 13 pontos.

A primeira boa chance do jogo foi o Audax, logo aos 2 minutos. Jeffinho aproveitou bola rebatida pela zaga do XV e arriscou de longe, mais a bola saiu sem direção. Na sequência, Tito deu belo drible em Romarinho e também arriscou de longe, e a bola também saiu sem direção. Aos 10 minutos, o XV fez uma boa jogada pela esquerda e a bola sobrou para Tito, porém o chute saiu fraco e bloqueada pelo zagueiro adversário.

O Nhô Quim abriu o placar aos 14 minutos. Tito recebeu no meio e fez um lançamento preciso para Fabinho. O atacante ganhou na ultrapassagem do lateral do Audax e cruzou para o próprio Tito, que dominou e chutou cruzado, sem deixar a bola cair, para marcar um belo gol em Osasco, colocando o XV a frente no placar.

Seis minutos depois, Gabriel Poti cruzou para Jeffinho, mas a cabeçada saiu fraco, facilitando a defesa de Vítor Prada. Aos 24 minutos, o XV iniciou contra-ataque com Fabinho, que rolou para Jajá. O ponta-direita esperou a ultrapassagem de Tito, que rolou para Guilherme Garré, que bateu forte para o gol, obrigando João Gabriel a fazer uma bela defesa. No rebote, o lateral do Audax chegou antes de David, evitando o segundo gol do Alvinegro. Dois minutos depois, Jonathan bateu falta perigosa, que raspou o travessão do goleiro do Audax.

Aos 28 minutos, Mateus Silva roubou a bola da defesa e tocou para Jajá. O atacante e o volante se atrapalharam na jogada, e Jajá bateu cruzado, saindo a direita do gol do goleiro João Gabriel. Quatro minutos depois, Guilherme Garré, Fabinho e David fizeram uma bela triangulação, mas o chute de David saiu sem direção.

O Audax teve uma bela oportunidade aos 38 minutos. Marcondele recebeu, girou e bateu colocado no canto esquerdo inferior, obrigando Vitor a fazer uma excelente defesa, evitando o empate dos mandantes. Em contra-ataque puxado por Tito, Jajá recebeu lançamento do atacante, escapou da zaga e fintou o goleiro João Gabriel, mas deu um toque a mais na bola, perdendo ângulo e dando tempo do goleiro do Audax fazer a defesa para mandar para escanteio.

No segundo tempo, Jeffinho recebeu belo lançamento de Gabriel Poti, passou por Vítor Prada, mas foi desarmada por Kauan. A bola sobrou para Poti, mas o chute cruzado balançou as redes do lado de fora. Na sequência, Felipe Benedetti fez um cruzamento rasteiro para Fabinho, que, na pequena área, pegou muito mal na bola, ficando para o goleiro João Gabriel fazer a defesa.

O Nhô Quim teve outra chance aos 10 minutos. Jajá tocou para Mateus Silva, que ajeitou de calcanhar para Tito, que bateu de primeira, mas a bola desviou em Tofanelli, saindo para escanteio. Quatro minutos depois, Tito iniciou a jogada e tocou para Garré. O camisa 10 deu um lindo “tapa” na bola, encontrando Fabinho livre na ponta-direita, que dominou, avançou e bateu na saída do goleiro do Audax. A bateu na trave e entrou no fundo da rede, deixando o XV na frente por dois gols.

O XV voltou a assustar o Audax com Mateus Silva, aos 22 minutos, mas o chute foi muito alto, saindo pela linha de fundo. A resposta do Audax exigiu uma bela defesa de Vítor Prada. Jeffinho cruzou e Fabinho (do Audax) cabeceou com perigo, com o goleiro do Nhô Quim defendendo com a ponta dos dedos. No lance o Audax pediu pênalti, em razão do choque do defensor com Tiago, do XV.

Aos 27 minutos, Lucas Andrade iniciou contra-ataque e lançou Fabinho, que cruzou para trás, encontrando Marcondele. O atacante dominou e bateu cruzado, mas a bola saiu pela linha de fundo. Aos 31 minutos, Tito recebeu lançamento e ficou cara a cara com o goleiro, mas o atacante preferiu servir Garré. O defensor Vinicius Cruz chegou antes e evitou o terceiro gol do Alvinegro. Na sequência, o Audax teve uma chance com Fabinho, mas o chute saiu fraco.

Aos 36 minutos, o XV fez outro excelente lançamento, desta vez para Jajá, que saiu cara a cara com João Gabriel e tentou dar uma cavadinha, mas o chute foi ruim e o XV desperdiçou mais uma chance clara de marcar o terceiro gol. Aos 42 minutos, Tiago Potiguar fez uma linda jogada, driblou Lucas Andrade, mas o chute ficou com o goleiro João Gabriel, que estava de frente com o meia quinzista.

Já nos acréscimos, Maurício fez uma bela jogada na esquerda e cruzou na medida para Guilherme Vieira, que, livre de marcação, bateu de primeira, para vencer Vítor Prada e diminuir o placar para a equipe de Osasco. No lance seguinte, Marcondele bateu falta cruzada para a área, mas a bola saiu para fora e o jogo terminou na Grande São Paulo.

Mauro Adamoli

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

nove + dezoito =