XV perde para o São Bernardo e sai da zona de classificação

XV foi derrotado em São Bernardo do Campo (Foto: Rodrigo Corsi/Paulistão)

O XV de Piracicaba foi derrotado pelo São Bernardo pelo placar de 3 a 2 na tarde desta quarta-feira (26), no Estádio Primeiro de Maio, em São Bernardo do Campo. Daniel Costa abriu o placar o XV, mas Gildo empatou, Léo Jaime marcou duas vezes para o Bernô, enquanto Marcelinho diminui no fim. O Resultado derruba o XV para o nono lugar, com 20 pontos, fora da zona de classificação para as quartas de final, faltando uma rodada para o fim da primeira fase.

O São Bernardo começou o jogo pressionando o XV, porém, na primeira chegada, o Nhô Quim abriu o placar. Aos 8 minutos, Kadu Barone recuperou bola no meio de campo e tabelou com Raphael Macena. O artilheiro recebeu dentro da área e rolou para Daniel Costa, livre de marcação, que chutou rasteiro, colocando a bola no canto direito inferior do goleiro Moisés Jr, que nada pode fazer no lance. Aos 17 minutos, a situação se inverteu, com Daniel Costa servindo Macena, mas o chute saiu fraco.

O São Bernardo rondou a defesa do XV em busca do empate, mas a defesa do Nhô Quim estava bem postada, evitando qualquer chance clara. Aos 23 minutos, Filipe Cirne recebeu e bateu forte, mas a bola passou na frente do goleiro adversário. Na sequência, o Bernô assustou em cobrança de falta, mas Mota espalmou. Na sobre Allan Dias bateu para o gol, mas a bola bateu em seu próprio companheiro e saiu pela linha de fundo.

Aos 29 minutos, Daniel Costa bateu falta da intermediária, mas a batida saiu fraca. No contra-ataque, Douglas Santos dominou no ataque, lançou para Léo Cereja, que foi a linha de fundo e cruzou. Gildo chutou de primeira, a bola resvalou em Gabriel Soares e entrou no fundo das redes de Mota.

O Bernô assustou em escanteio aos 36 minutos, mas o zagueiro Ferreira cabeceou sem direção. Na sequência, Gabriel Soares recebeu de Kadu Barone e arriscou, mas a bola subiu demais. Aos 43 minutos, Cirne, que estava pressionado pela marcação, chutou da entrada meia-lua, mas Moisés Jr agarrou sem dificuldades.

No segundo tempo, o São Bernardo assustou com Léo Jaime, que recebeu cruzamento de Gildo na pequena área, mas Mota defendeu no reflexo, mesmo a jogada já parada por impedimento. Aos 11 minutos, Gildo tentou fazer seu segundo gol, mas a bola foi desviada e Mota mandou para escanteio. Na sequência, Ferreira cabeceou, mas a bola saiu sem direção.

Aos 15 minutos o XV quase desempatou em cobrança de escanteio. Daniel Costa bateu e o estreante Felipe Manoel cabeceou para vencer o goleiro, mas Fernando Jr tirou sobre a linha, evitando o tento quinzista. Aos 18 minutos, Kadu cortou para o meio e tentou o ângulo esquerdo, porém a bola saiu pela linha de fundo.

O Bernô virou a partida aos 19 minutos. Após cobrança de falta de Léo Cereja, a bola foi desviada e Léo Jaime aproveitou o desvio e empurrou para o gol de Mota, para colocar o time da casa a frente do placar. Aos 23 minutos, o XV tentou empatar com Kadu Barone, mas o chute foi fraco. Aos 25 minutos, Macena bateu forte para o gol, mas a bola desviou em Ferreira. Na sequência, Caio mancha fez falta em Moisés Jr.

O XV tentou igualar o placar aos 30 minutos, em jogada iniciada com Jefferson Feijão, que cruzou para Macena, ajeitando de peito para Marcelinho, porém o atacante chutou muito alto e isolou a bola. Na sequência, Erison chutou sem equilíbrio e o goleiro do Bernô encaixou. Seis minutos depois, Caio Mancha tentou de cabeça, mas o lance já estava parado.

Aos 41 minutos, após o XV não conseguir empatar, o São Bernardo ampliou com o atacante Léo Jaime, que recebeu cruzamento rasteiro, chutou rasteiro entre Jussani e Douglas Marques, não dando chances para Mota. Aos 47 minutos, o Nhô Quim diminuiu com Marcelinho. O atacante recebeu de Caio Mancha e que chutou fraco, mas a bola desviou no próprio Mancha, tirando do alcance do goleiro adversário para diminuir o prejuízo.

O último jogo do XV na primeira fase será no domingo (30), às 11h, diante da Penapolense, no Estádio barão da Serra Negra, em Piracicaba.

Mauro Adamoli