XV vence o Monte Azul com gol de pênalti e permanece invicto

Mazinho, autor do único gol da vitória do XV contra o Monte Azul - Crédito foto: Elcio Fabretti.

O XV de Piracicaba conquistou sua quinta vitória em sete rodadas disputadas pelo Campeonato Paulista A2 em jogo disputado no sábado, dia 24, no Estádio Barão da Serra Negra. O Alvinegro Piracicabano derrotou o Monte Azul por 1 a 0 com gol de pênalti. Com o resultado positivo no final de semana, o XV chegou a 17 pontos ganhos e permanece na terceira colocação na tabela de classificação.

O próximo duelo da equipe quinzista será nesta segunda, dia 26, diante do líder Oeste, que soma 21 pontos. A partida tem início às 22h, no Estádio Municipal Orlando Batista Novelli, em Barueri.

No confronto do último sábado, os visitantes chegaram pela primeira vez aos quatro minutos. Kaio Cristian foi à linha de fundo e tocou para trás, para João Celeri. O camisa nove, dentro da área, girou e mandou para fora. Aos 13 minutos, Jean Dias, pelo lado do XV, tentou o cruzamento pela esquerda, mas a bola foi direto ao gol. André, com as pontas dos dedos, botou para escanteio. Na cobrança ensaiada, a bola foi para Cleiton Savedra na segunda trave. O lateral-direito cabeceou e o goleiro encaixou.

O Monte Azul assustou novamente pouco depois. Gilsinho bateu falta lateral, Renan Dutra tirou de cabeça, porém a bola sobrou para a ofensiva adversária. O chute foi forte, no entanto, por cima do gol. O Nhô Quim teve ótima oportunidade aos 18. Gustavo Hebling lançou, a defesa tentou afastar e a bola sobrou para Cleiton Savedra. O camisa dois finalizou rasteiro, cruzado, e a bola saiu em tiro de meta. Erison, aos 18, arrematou rasteiro, da entrada da área, com perigo.

Antes do lance do pênalti, o Alvinegro Piracicabano ainda teve boa chance em lance que começou com Matheus Nogueira. O goleiro acionou Jean Dias pelo lado esquerdo, ele entrou na área, fez o passe cruzado, sem ninguém conseguir desviar a bola para a rede. O gol que deu a vitória ao time quinzista veio dos pés de Mazinho. Jean Dias sofreu a infração dentro da área e o meia-atacante bateu com muita tranquilidade, deslocando o arqueiro e inaugurando o marcador.

Antes do apito final no primeiro tempo, Jean Dias ainda exigiu intervenção de André, ao chutar de canhota, de fora da área. A etapa final teve início e os donos da casa deram trabalho logo aos quatro minutos, quando Mazinho tomou a bola na saída de jogo, avançou com ela dominada e finalizou. O goleiro defendeu com o pé direito. Aos 12 minutos, Jean Dias pegou sobra em lance que teve origem com Erison, entrou na área e mandou de esquerda. O goleiro segurou.

Matheus Nogueira, do outro lado, também estava atento e fez boa defesa em finalização forte de Lorran, de longe, aos 35 minutos. Já nos acréscimos da partida, Guilherme Garré cobrou escanteio, o zagueiro Cezane desviou de cabeça e a bola passou perto da trave esquerda. Final de embate no Barão da Serra Negra, que começou exatamente no dia em que completou-se dez anos do acesso do XV à Série A1, justamente diante do Monte Azul, com Moisés Egert como treinador, Wagner Moraes como auxiliar, o atual supervisor de futebol, Carlos Querino, o Carlão, no elenco e o médico José Roberto Alleoni fazendo parte do grupo na vitoriosa campanha.

Da Redação

LEIA MAIS:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

4 × dois =