XV vence o Primavera e estreia com vitória na Copa Paulista

XV larga na frente na Copa estadual (Foto: Sandro Rodrigues/Primavera)

O XV de Piracicaba estreou com vitória na Copa Paulista. Com gols de David e do estreante Tito (Jardisson descontou), o Nho Quim venceu o Primavera por 2 a 1, na tarde de quarta-feira (4), no Estádio Ítalo Mário Limongi, em Indaiatuba, pelo Grupo 3. Com o resultado, o Alvinegro divide a liderança com o Audax, que venceu a Inter de Limeira, também por 2 a 1.


O Primavera assustou em menos de dois minutos. Em contra-ataque, Wágner cruzou da direita, a bola passou pela frente de toda a zaga do XV, porém Nonato não conseguiu chegar na bola e perdeu uma grande chance de abrir o placar. A resposta do XV veio aos 4 minutos, após jogada no lado esquerdo do ataque, Jonathan cruzou e Tito pegou de primeira, obrigando o goleiro Douglas a fazer a primeira defesa do jogo.


O Fantasma da Ituana teve nova chance com Marcelinho, mas o atacante estava impedido. O Nhô Quim assustou o Primavera aos 12 minutos com Mateus Silva, que roubou a bola no meio e bateu forte, mas o goleiro Douglas defendeu e mandou para escanteio.

LEIA MAIS:


Aos 28 minutos, Marcelinho fez bela jogada e rolou para Jardisson, que driblou o goleiro do XV, Vitor Prada, mas o lance não foi concluido em razão do atacante do Fantasma da Ituana estar em posição de impedimento. Aos 30 minutos, o XV abriu o placar. Em jogada pelo lado esquerdo, Jonathan cruzou para a área, a bola passou pelos jogadores, o ataque desviou e sobrou para David, que tocou na saída do goleiro para abrir o placar em Indaiatuba. O Primavera tentou responder com Wágner, de falta, mas a bola saiu sem direção.


Os mandantes tentaram assustar aos 43 minutos, com chute de média distância de Lucas Douglas, mas a bola saiu do estádio.


O Primavera empatou a partida logo aos três minutos da segunda etapa. Jardisson aproveitou bola rebatida, cortou seu mercador, e bateu rasteiro no canto direito, sem chances de defesa para Vitor Prada. A resposta do Nhô Quim responde quase de imediato com Tito, que arriscou em chute forte e mandou no travessão, em finalização que o goleiro Douglas desviou com a ponta dos dedos. Três minutos depois, Jardisson invadiu a área e teve a chance de virar, mas Vitor evitou o tento dos mandantes.

O Nhô Quim voltou a assustar aos 26 minutos. Após cobrança de escanteio, Tito cabeceou e a bola explodiu no zagueiro. Na sequência, Guilherme Garré chutou sem direção. Dois minutos depois, Garré deu belo passe para Tito, que, de frente para o gol, deslocou o goleiro adversário para recolocar o Nhô Quim a frente.


Os mandantes tentaram o empate com Wágner, que cabeceou após cruzamento de João Vitor, mas não acertou o gol. Na sequência, Fabrício aproveitou bote errado do zagueiro e ficou de frente para o gol, mas bateu fraco. Dois minutos depois, Garré tentou o terceiro, mas o goleiro espalmou a bola.

Aos 44 minutos, Garré recebeu cruzamento da esquerda e teve a chance de matar o jogo, porém ao cortar e chutar para o gol, não acertou o ângulo do goleiro.

Mauro Adamoli

[email protected]

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

quatro − 3 =