XV vence o Rio Claro no Barão e é líder do Grupo 2

XV pressionou o Atibaia até o fim, mas a vitória em Americana não veio (Foro: Michel Lambstein)

O XV de Piracicaba venceu o Rio Claro pelo placar de 2 a 1 na noite de ontem, no Estádio Barão de Serra Negra. Os gols do Nhô Quim foram marcados por Raphael Macena no primeiro tempo e Kadu Barone, na segunda etapa, enquanto que Vitor diminui nos acréscimos. Com o resultado o Nhô Quim chega a liderança do Grupo 2, com quatro pontos, empatado com o Atibaia.

O XV começou a partida em cima do Rio Claro nos primeiros minutos e a pressão funcionou, já que com quatro minutos Feijão viu a aproximação de Raphael Macena, que recebeu, escapou dos zagueiros e, de frente com o goleiro Thiago Passos, não perdeu a chance e abriu o placar.

Aos 12 minutos, o a zaga do Nhô Quim bobeou, Nardine dominou e tocou para Celsinho, que bateu de fora da área. O goleiro Luís Fernando apenas olhou a bola passar. Após o primeiro terço do jogo, o Alvinegro recuou, dando espaços para o Rio Claro, porém a equipe continua bem postada em seu campo de defesa. Aos 20 minutos, Macena recebeu pelo passe de Luizinho, porém não conseguiu fazer o domínio e a bola ficou para o goleiro do Rio Claro.

O Nhô Quim levou um susto no final do primeiro tempo. O volante Fraga levou duas boladas no rosto, sendo que na segunda ele foi “a nocaute”. Após os primeiros socorros da ambulância em campo, foi constatado que ele teve uma perde de memória e teve que sair do estádio para realizar uma tomografia no hospital.

No segundo tempo, aos cinco minutos, Luizinho levou a melhor sobre o defensor do Rio Claro, porém na dividida com o goleiro, Thiago Passos ficou com a bola. Aos 17 minutos, o Nhô Quim marcou o seu segundo gol. Depois de troca de passes pela esquerda, Raphael Macena deu lindo passe para Kadu Barone, que passou pelo zagueiro e cara a cara com o goleiro e chutou forte para ampliar o placar.

O terceiro gol quase saiu aos 25 minutos, após três passes o XV chegou ao ataque e a bola chegou a Raphael Macena, que tocou para Cássio Gabriel, que chutou, o goleiro Thiago Passos desviou e a bola ainda bateu na trave antes de sair pela linha de fundo.

Aos 33 minutos o Kadu Barone puxou contra-ataque, porém em vez de tocar para Macena, o atleta preferiu chutar direto, que acabou com defesa de Thiago Passos. Nos acréscimos, o Rio Claro diminui o placar. O Nhô Quim deu bobeira, recebeu cruzamento de Paulinho e bateu sem chances para a defesa de Luiz Fernando.

Mauro Adamoli