Nhô Quim foi para a Rua Javari e voltou com mais uma vitória (Foto: Michel Lambstein)

O XV de Piracicaba venceu o Rio Claro por 2 a 1 na noite de quarta-feira (12), no Estádio Barão da Serra Negra, em partida válida pela sexta rodada do Campeonato Paulista Série A2. Gilberto Alemão e Marcelinho marcaram os gols da terceira vitória seguida (a segunda no campeonato) do Nhô Quim, enquanto Douglas descontou para os visitantes. Com o resultado, o Nhô Quim chegou ao nono lugar com oito pontos, ficando de fora do G8 nos critérios de desempate. A equipe volta a campo no domingo (16), às 10h, diante do Juventus, na Rua Javari, em São Paulo.

O XV teve a primeira grande chance logo com um minuto de jogo. A equipe pressionou a saída de bola do Rio Claro, Filipe Cirne roubou a bola do zagueiro e tocou para Caio Mancha da entrada da área. O atacante ajeitou para Daniel Costa, que chutou forte e a bola passou por cima do gol. Cinco minutos depois, Kadu Barone costurou a defesa rio-clarense e sofreu falta na lateral da área. Daniel Costa bateu na cabeça de Gilberto Alemão, que cabeceou no contrapé de Dheimisson, que ficou estático no lance e nada pode fazer para evitar o primeiro gol da partida.

O Rio Claro assustou aos 16 minutos. Após cobrança de falta de Boré, Diego Jussani escorregou na jogada, porém Eduardo não alcançou a bola, que saiu pela linha de fundo. Um minuto depois, Jussani venceu a marcação em escanteio, porém não conseguiu concluir para o gol. O XV respondeu com Daniel Costa, que bateu escanteio fechado, buscando marcar o gol olímpico, porém o goleiro do Galo Azul agarrou sem dar rebote.

Aos 29 minutos, Lucas Crispim bateu falta sobre a barreira, porém Mota pulou para fazer uma grande defesa e evitar o empate. Um minuto depois, em nova batida de falta, Jussani afastou e Mateus Lu bateu para o gol, porém isolou. O XV respondeu com Filipe Cirne, que cruzou na esquerda para Robertinho, porém o lateral/volante errou o cabeceio, desperdiçando uma boa chance de ampliar o placar.

O Rio Claro respondeu com Acleison, em falta aos 43 minutos, mas o chute saiu torto. Nos acréscimos, Kadu Barone bateu forte para o gol, porém Guilherme interceptou o lance, mandando para escanteio.

O Rio Claro voltou melhor para a segunda etapa e empatou a partida logo aos três minutos do tempo complementar. Em jogada que começou no meio campo, Lucas Crispim encontrou Douglas Henrique livre na lateral direita, que avançou e bateu forte no canto oposto para deixar o placar em 1 a 1. O XV voltou a assustar apenas aos 15 minutos com Caio Mancha, que aproveitou cruzamento de Jeferson Feijão e cabeceou para o gol, porém Dheiimisson defendeu sem dar rebote.

Daniel Costa, novamente em batida de escanteio fechado, assustou aos 20 minutos, porém o goleiro rio-clarense afastou de soco.  Em batida de escanteio, Alemão finalizou errado e perdeu a chance de marcar seu segundo gol na partida. Dois minutos depois, Acleison assustou em chute de fora da área, em lance que passou perto do gol defendido por Mota. Um minuto depois, Kadu Barone recebeu a bola na esquerda, girou sobre a marcação e bateu forte, porém a bola bateu no travessão e saiu pela linha de fundo.

O Galo Azul quase virou o placar aos 30 minutos, com Eduardo, que recebeu, conduziu a bola até a meia-lua e soltou uma bomba, obrigando Mota a fazer uma linda defesa para evitar o segundo gol. No lance seguinte, Daniel Costa bateu falta na área, a bola desviou na zaga adversária e sobrou limpa para Marcelinho, que, de frente para o gol e sem marcação, chutou forte para vencer Dheimisson e recolocar o Alvinegro na frente.

Aos 34 minutos, Erison recebeu na esquerda e bateu forte para o gol, tirando tinta da trave do Galo Azul. Nos acréscimos, a partida ficou lá e cá, porém nenhum dos times foi criativo o suficiente para marcar mais um gol e a partida terminou em 2 a 1 para o Nhô Quim.

Mauro Adamoli

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

1 × três =