Zé do Caixão morre aos 83 anos

José Mojica Marins, o Zé do Caixão, faleceu na tarde desta quarta-feira (19), em São Paulo (Crédito: Reprodução/TV Brasil)

Morreu hoje(19), em São Paulo, aos 83 anos o cineasta José Mojica Marins, o Zé do Caixão. Artistas e fãs se expressaram nas redes sociais de renderam homenagens e ele, que ficou conhecido como o pai do horror no Brasil. Ator e diretor de clássicos como À Meia-Noite Levarei Sua Alma (1964), seu primeiro sucesso,  Zé do Caixão estava recluso há cinco anos por causa de problemas de saúde, sobretudo cardíacos.

Segundo depoimento da filha do artista, Liz, à Folha de S. Paulo, Mojica o cineasta morreu por complicações de uma broncopneumonia. Ele estava internado no hospital Sancta Maggiore, em São Paulo, para tratar a doença.

O cineasta ganhou reconhecimento depois do seu primeiro filme em 1964, que gerou duas continuações (Esta Noite Encarnarei no Teu Cadáver, de 1967, e Encarnação do Demônio, de 2008). Zé do Caixão também dirigiu e atuou em vários filmes, séries de TV e HQs. No Brasil, ele é considerado referência produção nacional do gênero. 

Da Redação

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, digite o seu comentário!
Por favor, entre com seu nome

5 − três =